Bahia: Paulo Souto aceitou ser candidato a governador, diz DEM
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O secretário municipal de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia (DEM), confirmou nesta quarta-feira (5) que o ex-governador Paulo Souto, seu correligionário, disse que aceitaria disputar as eleições pelo comando do Executivo baiano este ano. “O prazo era 31 de janeiro e no dia 31 de janeiro Paulo Souto disse que aceitava”, afirmou Aleluia, durante a reinauguração do Plano Inclinado Gonçalves, à qual compareceu também o ex-governador. O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN), reiterou a vontade de Souto. “Conversei com ele na segunda-feira e ele me disse que, se for convocado pelo partido, aceitará ser candidato”, declarou o dirigente. Na última sexta (31), o Bahia Notícias havia noticiado que Souto estava “reanimado” com a possibilidade de disputar o governo, após uma desistência inicial por não concordar com “condições” colocadas pelo prefeito ACM Neto, que lidera o processo de definição do candidato das oposições. O outro postulante ao cargo, Geddel Vieira Lima (PMDB), ainda não retirou seu nome na disputa. Esta semana, o peemedebista negou que o martelo tivesse sido batido em torno do seu nome, após informação divulgada pela imprensa. Neto reiterou que ainda não há definição e disse que o assunto só será decidido após o Carnaval.

COMPARTILHE