Camacan: Dono de construtora e mais dois morrem afogados em acidente
Aurelino Rosa, o Leleu, Marcos Borges e Daniela morreram no acidente.

Aurelino Rosa, o Leleu, Marcos Borges e Daniela morreram no acidente.

Três engenheiros morreram em um acidente por volta das 10h da manhã desta quinta-feira (28) no km 588 da BR-101, perto da cidade de Camacan, no sul da Bahia. Entre os mortos está o empresário Aurelino Rosa Pereira, conhecido como Leleu, dono da Rosa Melo, uma empresa de construção civil com atuação em Porto Seguro, Eunápolis e outras cidades da região. Os demais mortos, segundo a Polícia Rodoviária Federal de Itabuna, são Marcos Vinícius Carvalho Borges e Daniela Bezerra Pereira. De acordo com a polícia, Marcos Vinícius, o provável condutor de uma caminhonete Pajero, perdeu o controle da direção. Chovia muito e o veículo rodou na pista, caiu em uma ribanceira de 25 metros e parou somente dentro de um lago. A polícia informa que as três pessoas morreram afogadas. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal de Itabuna. Todas as vítimas moravam em Porto Seguro. Leleu já foi vice-prefeito do município de Itapebi, na primeira gestão do prefeito Cláudio Carvalho, entre os anos de 2005 e 2008. Ele também era muito conhecido no meio esportivo de Eunápolis, chegando a jogar no antigo time do Modelo. Já Marcos Vinícius era primo do deputado federal Jânio Natal. (Radar 64).

COMPARTILHE