Eunápolis: Detento tem pescoço cortado em cela de presídio
Erenilton Carvalho dos Santos, o 'Zé Bonitinho', acusado de matar mulheres, foi morto no presídio

Zé Bonitinho foi morto dentro do presídio.

Um interno do conjunto penal de Eunápolis foi assassinado dentro da cela, na tarde desta segunda-feira (15). Erenilton Carvalho dos Santos, 41 anos, mais conhecido como ‘Zé Bonitinho’, sofreu um corte no pescoço. Autor confesso do crime, José Roberto Dias dos Santos, 34 anos, o ‘Bafafá’, afirmou que usou uma lâmina de barbear (Gilette) para cortar o pescoço da vítima. ‘Zé Bonitinho’ estava na ‘cela do seguro’, que é reservada a presos ameaçados de morte. Um agente de disciplina declarou que ‘Bafafá’ quebrou o cadeado da cela, onde, além da vítima, estavam outros quatro internos. O assassino foi encontrado em um corredor, se limpando, pois estava muito sujo de sangue e falou tranquilamente que tinha acabado de matar uma pessoa.

 'Bafafá', confessou que matou detento em presídio.

‘Bafafá’, confessou que matou detento em presídio.

O objeto usado no crime não foi encontrado. A perícia acredita que ele tenha se perdido em meio ao sangue que jorrou do pescoço da vítima. ‘Bafafá’ já tem cinco condenações por assassinatos, cinco por roubos, duas por tráfico de drogas, duas por associação ao tráfico, uma por porte ilegal de arma de fogo, uma por posse ilegal de arma de fogo, uma por formação de quadrilha e ainda responde por diversos homicídios. Segundo o delegado Eridelson Bastos, todas as penas, somadas, passam de 200 anos. Ainda segundo o delegado, o criminoso já está preso há mais de 14 anos, tendo passado por diversos presídios da Bahia e já chegou a fugir de três deles. O bandido declarou que ‘Zé Bonitinho’ foi morto porque já assassinou várias mulheres e também o ameaçou de morte. Com informações do Radar 64.

COMPARTILHE