FUNCIONÁRIOS BAIANOS ACEITAM PROPOSTA DO TST, MAS EMPRESA RECUSA

Em assembleia realizada na noite de quinta-feira (20), os trabalhadores dos Correios decidiram aceitar uma proposta de mediação feita pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e não entrar em greve. Porém, a proposta foi recusada pelos Correios, o que deixa em aberto à possibilidade de paralisação.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba), uma nova assembleia será realizada no dia 24 de setembro. Os funcionários esperam ter um posicionamento da empresa sobre a proposta do TST nessa próxima reunião.

Existe um indicativo de greve para terça-feira (25). Mas, antes em Brasília, acontece uma nova reunião de mediação com o TST.

A proposta apresentada pelo TST é de 5,2% de aumento no salário, além de aumento linear de R$ 80, e 8,2% de aumento no tíquete refeição, entre outros benefícios.

COMPARTILHE