“QUEM DEPOSITAR ANIMAIS EM ENCRUZILHADAS DEVE SER PRESO”, AFIRMA VEREADOR

candomble_salvador

Após os protestos dos membros de religiões de matrizes africanas na Câmara Municipal de Salvador, na tarde desta segunda-feira (6), o vereador Marcell Moraes (PV), autor do projeto para a criminalização dos sacrifícios de animais, tentou explicar a proposta do PL. Em entrevista ao programa Se Liga Bocão, da rádio Itapoan FM, o edil afirma que as pessoas que forem vistas depositando animais “não comestíveis” em encruzilhadas devem ser presas.“A punição para estas pessoas deve ser a repreensão, enquadradas no crime de maus tratos a animais e devem ser presos”. Moraes tentou explicar que o projeto não proíbe a matança dos animais e sim considera crime quando animais mortos sem fins “comestíveis” sejam depositados nas ruas, não considerando aqueles ofertados à comunidade. O vereador ainda alega que em nenhum momento faz referência ao candomblé em seu projeto. “É uma mobilização política contra mim e estão distorcendo a minha proposta. Ninguém do candomblé me procurou para conversamos e debatermos o projeto”. Fonte: Bocão News.

COMPARTILHE