Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

HOMEM MORRE E 57 PESSOAS PASSAM MAL APÓS COMER CHURRASCO

Restaurante na avenida Dorival Caymmi, em Itapuã, foi interditado ontem

O pedreiro Edson de Araújo, 53 anos, era frequentador assíduo da Churrascaria e Pizzaria do Galego, em Itapuã. A última vez que comeu lá foi segunda-feira e, logo após, começou a sentir-se mal. Passou a semana sendo atendido em hospitais e, ontem, foi enterrado no Cemitério Municipal de Itapuã. “Meu pai era um homem saudável. Depois de comer no Galego começou a vomitar, a sentir dores no estômago”, conta Anderson Araújo, filho de Edson, que morreu na tarde de sexta-feira no Hospital Municipal Professor Jorge Novis, em Lauro de Freitas, após o primeiro atendimento na Unidade de Pronto Atendimento Dr. Hélio Machado, em Itapuã. Mas esse não se trata de um caso isolado, pelo menos outras 44 pessoas procuraram atendimento na UPA de Itapuã ao longo da última semana após comer na churrascaria, segundo confirmou ontem a Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Na rede estadual de saúde, pelo menos seis pessoas buscaram atendimento nos hospitais Roberto Santos e Eladio Lasserre,  duas no Hospital da Bahia e seis no Hospital do Aeroporto. Ou seja, foram pelo menos 58 pessoas internadas após comer no restaurante. A subcoordenadora da vigilância sanitária de Salvador, Carina Queiroz, esteve ontem na churrascaria e após vistoria no local determinou sua interdição temporária. “Entregamos aos donos um termo de interdição até que sejam concluídas as investigações sobre a causa desses internamentos de pessoas que dizem ter passado mal após comer aqui”, explica Carina, que encontrou irregularidades sanitárias na churrascaria. A equipe da vigilância recolheu alimentos que foram produzidos no restaurante nos dias 29 e 30 de novembro.  O laudo deve ficar pronto em 15 dias.

Fonte: Correio

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

Deixe uma resposta

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do UBAITABA URGENTE. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.