Barra do Rocha: Após ter sido cassada pela justiça, prefeita faz festa para “tapiar o povo”

veraUma vasta programação festiva marcou a programação pelo 53º Aniversário de Emancipação Política do município de Barra do Rocha. Além de Culto e Missa em Ação de Graças, houve a apresentação de diversas bandas, a exemplo de Love Hits, Banda Primitiva, Amanda Santiago, Binho Alves, Lucas Daniel de DJ Kaká. Pelo menos 10 mil pessoas de diversas cidades circunvizinhas participaram da programação, que contou com uma grande estrutura de palco, som, camarote, banheiros químicos e toldos. O deputado estadual Paulo Magalhães (PSD), o deputado federal Alan Sanches (PSC), estiveram no evento. A prefeita Vera Franco (PSD), tem decepcionado bastante o povo de seu município com muitos descasos e falta de ética. Logo quando tomou posse, a prefeita nomeou logo os três “herdeiros” como secretários municipais, fato que gerou uma grande repercussão na região. No dia 29 de Julho deste ano a Justiça Eleitoral da 24ª Zona Eleitoral de Ipiaú cassou os diplomas da prefeita de Barra do Rocha, Vera Franco (PSC) e do vice-prefeito Valdir Tavares (PT). Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) foi ajuizada pelo Ministério Público por captação ilícita de sufrágio. Na sentença, anotou o Juiz Hilton de Miranda Gonçalves da Justiça Eleitoral de Ipiaú: “[..] julgo o pedido formulado na demanda procedente para condenar a parte ré Vera Franco Ramos e Valdir Conceição Tavares ao pagamento de multa de vinte mil UFIR, bem como cassar o diploma de ambos, já que ambos estão diplomados”. Ainda na sentença, o Juiz convoca eleições para o período 90 dias. Acontece que 08 dias após ter sido cassada, Vera Franco retornou ao comando do município,  através de uma liminar junto ao Tribunal Regional Eleitoral.

COMPARTILHE