Brasil: Sequestrador de hotel em Brasília é ex-secretário municipal de Agricultura

sequestro-brasilia

Sequestro no Hotel Saint Peter no centro de Brasília, ocorrido nesta segunda-feira (29), chega ao fim depois de sete horas, sem nenhum ferido e com uma surpresa. De acordo com publicação do site Extra Notícias, o homem que fez o refém, identificado como, Jac Souza dos Santos é o ex-secretário de Agricultura e Pecuária do município, de Combinado, no Tocantins.

Segundo declaração do vereador e presidente do Partido Progressista (PP), da cidade, publicada pelo Extra, Jac é um rapaz muito bom, trabalhador e que pode ter sido vítima de distúrbio psicológico. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, Jac foi candidato a vereador de Combinado em 2008. Ele não foi eleito, mas assumiu a secretaria e ocupou o posto entre 2009 e 2012. Lindon Jonson soube da informação pela sede do partido em Brasília.

Atualmente, Jac trabalhava como cabo eleitoral na cidade. Maurilio Martins de Araújo, chefe de Jac no comitê eleitoral, afirmou que o amigo o procurou na noite de sábado (27), contando que iria para Brasília ver a filha de 5 anos. O rapaz teria prometido voltar na segunda-feira.

Jac deixou uma carta com contas a serem pagas aos cuidados de Maurílio. Para a mãe, Lurdes, ele também deixou uma carta. Segundo Maurílio, o documento é a prova de que Jac está passando por um transtorno psicológico. Ele disse que a carta que Jac deixou para mãe não dizia coisa com coisa e que desconfia que aquela arma é de brinquedo e que o ex-secretário municipal não teria coragem de fazer aquilo.

Segundo Maurílio, o pai de Jac também apresentava distúrbios psicológicos. A mãe do sequestrador esteve esta manhã no comitê eleitoral e estaria muito abalada.
Ele disse que Jac deve ter um distúrbio mental, porque ele não é má pessoa, não. É um rapaz trabalhador. “Eles tem uma chácara aqui na cidade, conheço ele desde que ele nasceu, praticamente. A cidade está toda assustada com isso. Parece que a família do pai dele tem transtornos psicológicos. Estamos fazendo de tudo para que preservem a vida dele”, afirmou.

Fonte: Extra Notícias

COMPARTILHE