ADÉLIO É ABSOLVIDO EM AÇÃO SOBRE FACADA EM BOLSONARO
Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

O garçom Adélio Bispo de Oliveira foi absolvido no processo que respondia por ter esfaqueado o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em um ato de campanha na disputa de 2018. O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal, em Juiz de Fora, entendeu que, apesar de haver elementos para a condenação, isso não poderia ocorrer por causa dos transtornos mentais que acometem o réu. Apesar de absolvido, Adélio será internado por tempo indeterminado, “enquanto não for verificada a cessão da periculosidade”. “Em razão das circunstâncias do atentado e da altíssima periculosidade do réu”, Savino impôs como tempo mínimo à internação três anos. Depois desse período, uma perícia médica deve avaliar se houve “cessação da periculosidade”. Conforme a decisão do juiz federal, Adélio Bispo de Oliveira deve ficar internado na penitenciária federal de Campo Grande (MS), onde está preso desde setembro de 2018. Com informações do Bahia.ba

COMPARTILHE