Baiano é sondado para ocupar vaga de Zavascki no STF; Bruno Dantas é ministro do TCU

Foto: Divulgação

Desde o anúncio da morte do ministro Teori Zavascki, muito se especula em quem assumirá a cadeira agora vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) e quem herdará a relatório dos processos da Operação Lava Jato. O ministro Marco Aurélio já palpitou o nome do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. O jornalista Ricardo Noblat elencou alguns nomes que podem ser indicados, como do baiano Bruno Dantas, ministro do Tribunal de Conta da União (TCU) desde 2014. Dantas já foi membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério da Justiça. Bruno Dantas, ainda de acordo com Noblat, teria ligação com o presidente do Senado, Renan Calheiras e com José Sarney. Outra possível indicação é do advogado tributarista Heleno Torres, que já foi cotado por Dilma Rousseff para o STF, em abril de 2013, para ocupar a vaga de Carlos Ayres Brito. Dilma desistiu da indicação depois que a notícia vazou e que Torres se reuniu com Temer. Torres é ligado ao ministro Ricardo Lewandowski. A amizade de mais de 40 anos com Michel Temer ainda pode favorecer uma possível indicação de Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, ex-presidente da OAB de São Paulo, ex-Secretário de Segurança Pública de São Paulo e ex-presidente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Temer pensou em indicar Mariz para o Ministério da Defesa, mas não fez, pois o nome não foi bem recebido pelos militares.

COMPARTILHE