Brasil: Identificada mulher que aparece em vídeo torturando suposta amante do marido

torturadora

Um vídeo de tortura contra uma adolescente acusada de se relacionar com um homem comprometido bombou na internet nos últimos dias. Por conta da grande repercussão, a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de Praia Grande, em São Paulo, conseguiu identificar uma das suspeitas da agressão à jovem.

torturaadora

De acordo com a delegada titular, Rosemar Cardoso Fernandes, a jovem agressora de prenome Elisangela já foi identificada e a tortura que ocorreu há um mês foi confirmada pela mãe dela. “A mãe falou que ela [a filha] achou que não fosse dar em nada. E que alguém recuperou o vídeo, porque ele tinha sido deletado. Pedimos à mãe que apresentasse a filha na delegacia”, contou e revelou detalhes. “Houve o sequestro, o cárcere na casa e a tortura. Era a casa onde ela [agressora] morava com ele”, em entrevista ao G1.

aneis tortura

A polícia reuniu fotos da agressora que levaram na identificação da mesma. Nas imagens, é possível conferir as tatuagens que se assemelham com as fa agressora que aparece no vídeo. Além de outras fotos com o pivô da agressão, Diego Bolinho.

casal tortura

Como a violência teve a participação de mais duas pessoas, a delegada afirmou que é necessário também identificar as outras mulheres. “A investigação vai continuar para encontrar todas as agressoras”, disse.

arte-agressao1

De acordo com a vítima, de 17 anos, ela namorou com o Diego por um ano e após o término deles, o rapaz começou a namorar com Elisangela. Porém, Bolinho continuou a ligar pra ela, o que deixou a agressora irritada. Com a separação do casal, a adolescente passou a ser ameaçada, sendo acusada de provocar o término do relacionamento. Em entrevista ao G1, a vítima detalhou como aconteceu. “Aí foi até a casa da minha avó. Ela e mais duas amigas foram atrás de mim e falaram que iam me levar até ele. Eu, inocente, acreditei e fui. Ela fez eu tirar a minha roupa. Jogou vinagre e sal nas minhas partes íntimas. Me fez passar pano na casa dela, me deu chute na cara. Jogou a minha cara na parede, me jogou no chão. Ela me queimou com cigarro”, relatou.

COMPARTILHE