Eleições deste domingo prometem ser bastante acirradas e futuro do país ainda está indefinido
acabahj

Veja como estão os índices dos dois candidatos.

As duas últimas pesquisas da sucessão presidencial, divulgadas cerca de 12 horas antes do início da votação, deram um tom de imprevisibilidade à disputa eleitoral. Apesar da vantagem numérica da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o candidato tucano Aécio Neves, mantida nos levantamentos finalizados ontem pelo Datafolha e o Ibope, os resultados deixaram no ar mais dúvidas do que certezas. Ao contrário dos percentuais que apontaram, na quinta-feira, a dianteira de Dilma fora da margem de erro de dois pontos, os índices do Datafolha colocaram ambos de volta ao patamar de empate técnico, com ligeira oscilação positiva para Aécio. Em votos válidos, o tucano saiu de 47% para 48%, enquanto Dilma foi de 53% para 52%. Em informe ao jornal Folha de S.Paulo, o Datafolha deixou claro que a maior parte das 19.318 entrevistas foram feitas na sexta-feira e que, por isso, não foi possível captar eventuais mudanças de opinião no sábado. O que inclui movimentos que podem ter surgido depois do debate da noite de anteontem na TV Globo.

COMPARTILHE