Procurado no Brasil, Eike Batista é considerado foragido pela Interpol

Ex-homem mais rico do Brasil, o empresário Eike Batista foi considerado, formalmente, foragido da Justiça. De acordo com a GloboNews, o nome de Eike foi incluído na lista de difusão vermelha da Interpol, o que possibilita sua prisão por qualquer força policial do país em que esteja. Eike teve sua prisão decretada pela Justiça no âmbito da operação Eficiência, que investiga a participação do empresário em um esquema de lavagem de dinheiro desviado de obras públicas e enviado para o exterior. O beneficiário dos recursos enviados para contas em paraísos fiscais era o ex-governador Sérgio Cabral.

COMPARTILHE