EM SURTO, SÃO PAULO REGISTRA PRIMEIRA MORTE POR SARAMPO NOS ÚLTIMOS 20 ANOS
A única forma de prevenção é a vacinação.

A única forma de prevenção é a vacinação.

Em meio a um surto de sarampo, a cidade de São Paulo teve a confirmação da primeiro morte em decorrência da doença nesta quarta-feira (28). A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde. A pasta ainda destacou que o caso foi o primeiro no estado desde o ano de 1997. Sobre a vítima, o que se sabe é que era um homem de 42 anos e que não tinha registro de imunização. Ele chegou a ser hospitalizado e morreu em 17 de agosto. O homem não possuía o baço, órgão do sistema linfático responsável por, entre outras funções, produzir e armazenar células de defesa do corpo.

O último balanço nacional do Ministério da Saúde apontou que entre 19 de maio e 10 de agosto, 99% dos casos de sarampo confirmados foram no estado de São Paulo. O sarampo é uma infecção viral que é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas. A suscetibilidade ao vírus do sarampo é geral e a única forma de prevenção é a vacinação.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE