Fofocas: Lexa é proibida pela Justiça de utilizar nome artístico sob pena de multa

BBpcyhg

Lexa perdeu mais uma batalha no processo contra sua ex-empresária, Kamilla Fialho. Na última sexta-feira (5), a Justiça determinou que a cantora está proibida de usar seu nome artístico. A sentença obriga a artista a pagar uma multa de R$ 10 mil toda vez que se apresentar ou dar entrevistas com o nome Lexa. Sua antiga representante entrou com a ação para que a famosa volte a ter sua carreira agenciada pelo escritório K2L, segundo o jornal “O Dia”.  Mesmo após anunciar o rompimento com a empresária Kamilla Fialho, Lexa ainda terá que cumprir o contrato com a empresa K2L. Na última sexta-feira (5), a juíza Romanzza Roberta Neme determinou que a cantora deverá fazer os shows agendados até março, sob pena de R$ 10 mil a cada descumprimento. As performances estão agendadas até o dia 26 de março e a loira não deverá receber nada pelas 20 apresentações. A defesa de Lexa ainda deverá recorrer da decisão judicial.

COMPARTILHE