Governo inclui agentes de trânsito em novo projeto de liberação de porte de armas

O novo projeto de Lei do porte de armas enviado ao Congresso pelo presidente da República, Jair Bolsonaro,  inclui os agentes de trânsito nas categorias pleiteadas para ter direito à prerrogativa. O porte a esses agentes já foi vetado pelo ex-presidente Michel Temer, em 2017. Segundo informações do do Estadão, o texto chega ao Congresso em regime de urgência. O governo já enviou oito decretos e duas propostas sobre o tema neste ano, mas a novidade agora é que a justificativa foi elaborada pelo então ministro da Justiça, Sergio Moro, e não pelo chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, como das outras vezes.

COMPARTILHE