Nasa quer criar cidade flutuante para humanos em Vênus – loucura!

NASA_VENUS

Há muito tempo já se sabe que a exploração de Vênus é complicada por vários motivos e, por isso, os esforços estão direcionados a Marte. No entanto, a Nasa propõe uma nova ideia para visitar o vizinho mais próximo da Terra: uma espécie de nave-cidade que flutue sobre as nuvens venusianas.

Como dito, Vênus é mais perto da Terra do que Marte. A distância varia entre 38 milhões e 261 milhões de quilômetros, enquanto para chegar até o planeta vermelho é necessário percorrer entre 56 milhões e 401 milhões de quilômetros. Além disso, o tamanho é parecido, com raio de 6.052 km, enquanto o globo terrestre tem raio de 6.371 km.

Mas as semelhanças param aí. Até hoje, nenhuma sonda foi capaz de durar mais de duas horas na superfície. Isso porque a pressão atmosférica é 92 vezes maior que a da Terra, com uma temperatura média de 462 graus Celsius, forte atividade vulcânica e uma atmosfera composta de gás carbônico e um pouco de hidrogênio com uma nuvem feita de ácido sulfúrico.

No entanto, a Nasa quer desafiar estas condições mesmo assim, navegando a cerca de 50 quilômetros do solo de Vênus. Nesta área, as condições são bastante similares à da Terra, com uma pressão semelhante, gravidade levemente inferior, o que também facilitaria a estadia dos humanos, já que reduziria os efeitos da gravidade zero no organismo. A temperatura chega a 75 graus Celsius, o que não é confortável, mas é gerenciável, e a proteção atmosférica da radiação solar seria comparável a viver no Canadá.

A posição da cidade seria fixa, mas a exploração seria possível por meio de um dirigível de 130 metros de comprimento cheio de hélio, acompanhado de outro menor, robótico, de 31 metros. O fornecimento de energia seria feito pelo Sol, aproveitando a maior proximidade com o astro, utilizando cerca de 1 mil metros quadrados de painéis solares.

O design está sendo feito baseado em tecnologias que já existem ou que estão próximas de saírem do papel. No entanto, ainda deve levar pelo menos uma década para que o projeto seja colocado em prática. O primeiro passo, no entanto, é começar com uma sonda robótica para realizar as investigações iniciais. Com os dados em mãos, a etapa seguinte seria enviar uma missão tripulada para passar 30 dias flutuando sobre o planeta. Em seguida, equipes com dois astronautas passariam um ano em Vênus. O objetivo final seria uma presença humana permanente em uma cidade flutuante. (Via CNET)

COMPARTILHE