OMS recomenda abstinência ou sexo seguro a quem esteve em área com zika

zika_virus

De acordo com recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), todas as pessoas que estiveram em zonas afetadas pelo surto de zika que considerem abstinência sexual ou usem camisinha por pelo menos quatro semanas. A informação é dada através de um guia intitulado “Prevenção da potencial transmissão sexual do zika”. Este afirma ainda que a recomendação também é válida para pessoas que vivem em regiões afetadas pela doença, mas, nesse caso, a organização não estipula um tempo mínimo.

A orientação é baseada no fato de que a maioria das infecções pelo vírus da zika é assintomática, e há a possibilidade de que sua transmissão possa ocorrer também sexualmente. Inicialmente, as recomendações da OMS sobre o uso da camisinha eram direcionadas a grávidas, devido à suspeita de que o zika possa causar microcefalia. A organização, no entanto, ampliou essa orientação porque considera a situação uma emergência de saúde pública internacional.

COMPARTILHE