Esportes: Sindicato aciona Corinthians na Justiça por salários de 112 atletas, de Zizao a Romarinho

BBspSKe

O Corinthians vai enfrentar uma nova dor de cabeça nos próximos dias. Isso porque o clube foi acionado na Justiça pela Federação das Associações de Atletas Profissionais (FAAP) por uma cobrança de R$ 557.635,64 referente a porcentagens do salário de 112 jogadores que passaram pelo clube, conforme apuração do ESPN.com.br. No caso, a entidade cobra 0,5% dos vencimentos dos atletas registrados pelo clube junto à CBF entre março de 2011 e fevereiro de 2016. Na lista, vista pela ESPN, contam atletas que vão desde o chinês Zizao até os atacantes Paolo Guerrero e Romarinho. No caso do asiático, por exemplo, a FAAP alega que o Corinthians deveria ter repassado R$ 2.403,66 pelos 0,5% dos salários de Zizao enquanto defendeu o time alvinegro. Já por Guerrero a quantia é a mais alta da lista: R$ 45.280,44.

58a21ca5-a6dd-337b-a474-70b04281adc1

Renato Augusto, Jadson, Ralf, Cássio, Paulo André, Yago, Jorge Henrique, Jocinei… Todos os jogadores que defenderam o Corinthians nos últimos cinco anos aparecem na relação de cobranças da Federação dos Atletas. No dia 4 de março, o órgão enviou uma notificação ao presidente Roberto de Andrade solicitando o pagamento, mas não obteve resposta. Assim, ingressou na Justiça nesta quinta-feira, em ação que corre na 8ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo. A FAAP faz a cobrança com base no inciso I, letra a, do artigo 57 da Lei 9.615/98, conhecida como Lei Pelé, que fixa o percentual de 0,5% do valor da parcela que compõe o salário mensal dos atletas. O Corinthians ainda não foi notificado oficialmente da ação e, portanto, não vai se manifestar.

COMPARTILHE