Mineradora afirma que barragem de regeitos é segura e o sul da BA não corre risco

yyrrty

Na última quarta-feira (25), reproduzimos aqui a fala da ambientalista Socorro Mendonça, diretora do Instituto Nossa Ilhéus, alertando a população da região sobre a classificação de segurança da barragem de rejeitos da mineradora Mirabela, situada entre os municípios de Ipiaú e Itagibá, há cerca de 1 km do rio de Contas, que desemboca em Itacaré. Segundo Socorro, em 2014, o Departamento Nacional de Produção Mineral fez uma análise de risco das barragens de mineração no Brasil, e concluiu que a da Mirabela, está classificada como “C” (risco moderado). Essa foi a mesma classificação recebida pela barragem da Samarco, situada no município de Mariana-MG, e que há três semanas rompeu, causando um dos maiores desastres ambientais do país, e um dos cinco piores de todo o mundo. Após a denúncia publicada pelo Ilhéus 24h, e que repercutiu em todo estado, dirigentes da Mirabela estiveram dia (24) na secretaria estadual de Planejamento (Seplan), onde se reuniram com o vice-governador e secretário da pasta, João Leão, para mostrar estudos e planos de prevenção, manutenção e diagnóstico da sua barragem de rejeitos de mineração, assegurando que “o equipamento atende aos requisitos de segurança”. Durante a reunião, os representantes da mineradora apresentaram relatórios e estudos com o intuito de tranquilizar o Governo do Estado e a população sobre os supostos riscos de rompimento da barragem de rejeitos. Os dirigentes da Mirabela asseguraram que “os procedimentos que adotam são eficazes, e que todas as medidas são tomadas para operar com o máximo de segurança”. Ainda na ocasião, eles apresentaram um estudo, mostrando que a metodologia construtiva da Mirabela é diferente da utilizada na barragem do município de Mariana. Fonte: Ilhéus 24H.

COMPARTILHE