Brasil Arquivo

Funcionários dos Correios entram em greve por tempo indeterminado a partir desta quarta

Foto: Reprodução

Os funcionários dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado a partir das 22h desta quarta-feira (26). De acordo com Josué Canto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Estado da Bahia (Sincotelba), o movimento é contra a possibilidade de privatização da instituição, o que acarretaria na demissão de mais de 25 mil funcionários, o fechamento de agências e também o não repasse do dinheiro relativo ao plano de saúde dos trabalhadores, algo que tem deixado muitas pessoas sem atendimento em algumas unidades. A estatal afirma que teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e de R$ 2 bilhões no ano passado. Em dezembro do ano passado, foi anunciado um plano de demissão voluntária e o fechamento de agências para reduzir os gastos. O Sincotelba, entretanto, refuta as informações divulgadas pelos Correios e acusa a direção nacional da empresa de realizar “manobras contábeis” para passar a impressão de que a estatal é deficitária. “Pagamos uma consultoria a nível nacional. Eles fizeram um estudo baseado nas atas das próprias ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos). O que vemos é que o presidente diz não tem nada a ver. Não há rombo. Eles têm feito uma manobra de números, um provisionamento de mais de R$ 1 bilhão por ano. O sindicato pede a abertura de livros contábeis”, explicou, em entrevista ao Bahia Notícias. “Não estão pagando clínicas e hospitais e não estamos tendo atendimento. Não estão fazendo repasses”, criticou. A categoria também reivindica a contratação de funcionários concursados para oferecer “um serviço de melhor qualidade” para a população. “Desde 2011, não contratam concursados. O número de carteiros diminuiu de lá para cá, enquanto a população aumentou. Estamos parando para manter um serviço de qualidade para a população, não por questão salarial”, afirmou.

Polícia prende oito suspeitos de participar de assalto na fronteira com Paraguai

Foto: Divulgação / PF

A Polícia Federal já prendeu oito suspeitos de participação no assalto à transportadora Prosegur, na fronteira com o Paraguai, na madrugada desta terça-feira (25), no oeste do Paraná. O roubo foi estimado em US$ 40 milhões e apontado pela imprensa paraguaia como o maior da história do país. De acordo com O Globo, durante as buscas feitas pela PF foram apreendidos seis fuzis, munições, dois barcos e sete veículos usados no assalto. A quantidade de dinheiro encontrada com os criminosos não ofi revelada, nem se os valores pertenciam à transportadora. Já na tarde desta segunda (24), três outros suspeitos foram mortos em uma troca de tiros na área rural de Itaipulândia. O ministro do Interior do Paraguai, Lorenzo Lezcano, afirmou em entrevista coletiva que há evidências de que a quadrilha seria formada por brasileiros integrantes de uma facção paulista, conhcida por sua atuação em presídios de diferentes.

Corpos de nove mortos de chacina ocorrida em Colniza (MT) são identificados e liberados

Corpos de vítimas são levados para Colniza (Foto: Reprodução/TVCA)

Os nove trabalhadores rurais assassinados na última quarta-feira (19) em Taquaruçu do Norte, a 350 km de Colniza, município a 1.065 km de Cuiabá, foram identificados pela perícia. As vítimas são Izaul Brito dos Santos, de 50 anos, Ezequias Santos de Oliveira, 26 anos, Samuel Antônio da Cunha, 23 anos, Francisco Chaves da Silva, 56 anos, Aldo Aparecido Carlini, de 50 anos, Edson Alves Antunes, 32 anos, Valmir Rangeu do Nascimento, 55 anos e o pastor da Assembleia de Deus, Sebastião Ferreira de Souza, de 57 anos, foram torturados e mortos. Ainda não há confirmação sobre os enterros das vítimas. Samuel, Francisco e Edson eram de Rondônia. Ezequias, Sebastião, Aldo, Fábio e Izaú são de Mato Grosso. A perícia suspeita que Valmir seja de Alagoas, mas isso ainda não foi confirmado. A principal suspeita é que os homicídios tenham sido motivados por causa de conflito de terras. Uma das hipóteses é que fazendeiros da região tenham contratado capangas para cometer os crimes. As vítimas estariam iniciando um loteamento irregular, segundo a polícia. Os autores dos assassinatos seriam quatro homens encapuzados que entraram nos barracos erguidos na área e mataram quem estava neles. A segurança na região foi reforçada. Segundo a perícia oficial, os corpos tinham sinais de tortura – algumas das vítimas foram amarradas e, outras, decapitadas. De acordo com a Polícia Civil, pelo menos dois trabalhadores foram assassinados a golpes de facão e, o restante, por tiros de espingarda calibre 12. A área em que ocorreram as mortes é de difícil acesso. A Secretaria de Segurança Pública do estado disse que uma força-tarefa foi montada para trabalhar no caso, com 32 profissionais envolvidos, sendo 19 policiais militares, quatro policiais civis, três bombeiros, quatro peritos e dois pilotos do Cioaper (Centro Integrado de Operações Aéreas).

Saiba como funciona o ‘Baleia Azul’, o jogo suicída

O jogo “Baleia Azul” começou na Rússia e consiste em incitar os participantes, geralmente em grupos secretos no Facebook, a completar 50 desafios, que conduzem lentamente à morte. Ao entrar no grupo, o jogador recebe tarefas do administrador, que envia as mensagens normalmente às 4h20. No começo, as determinações são mais simples: desenhar uma baleia em uma folha, passar a noite em claro ouvindo música triste ou vendo filme de terror. Depois, elas vão ficando mais perigosas: os participantes são ordenados a tatuar uma baleia no braço com uma faca ou uma lâmina de barbear. O jovem que decidir deixar o jogo antes de concluir os 50 desafios é impedido pelo curador – administrador -, que ameaça os participantes. Essa intimidação ocorre da seguinte forma: o responsável pelo grupo mostra o endereço residencial do participante e de seus familiares e declara que se ele sair do grupo, todos serão mortos.Há uma crença popular que diz que a baleia azul seria capaz de se suicidar indo voluntariamente encalhar na praia e isto teria inspirado a “brincadeira”. Na Rússia, mais de 100 mortes podem ter relação com desafio da ‘Baleia Azul’. No Brasil, três participantes já foram vítimas do desafio.  Entre eles está o jovem Gabriel Antônio dos Santos Cabral, de 19 anos, que se matou nesta quarta-feira (12), em Pará de Minas, na região Centro-Oeste.

Com 46 mandados de busca e apreensão, Operação Conclave apura desvios na Caixa

Foto: Reprodução

Com 46 mandados de busca e apreensão em São Paulo, a Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (19), a Operação Conclave. Por volta das 6h30, ouvintes da Band News já relatavam presença de veículos da PF em bairros da capital paulista – cerca de 200 agentes participam da ação. A operação, que já bloqueou R$ 1 bilhão de reais, apura a responsabilidade de gestores da Caixa Econômica Federal em gestão fraudulenta, mais especificamente na aquisição de ações do Banco Panamericano pela Caixa Participações S.A. O Pan, antes de propriedade do apresentador Silvio Santos, foi adquirido por André Esteves, do BTG. A Conclave investiga ainda possíveis prejuízos causados a correntistas e clientes.

Policiais civis entram em conflito ao tentar invadir Congresso durante protesto

Um ato organizado por policiais civis de vários estados e do Distrito Federal terminou em confusão na tarde desta terça-feira (18), em Brasília. Um grupo que protestava contra a reforma da Previdência tentou invadir o Congresso Nacional e houve tumulto, com quebra de vidraças do prédio. De acordo com o G1, a Polícia Legislativa usou spray de pimenta e bombas para dispersar o conflito. O protesto reunia mil policiais no gramado em frente à sede do Legislativo, mas não houve registro de feridos. O ato foi convocado pela União dos Policiais do Brasil (UPB), que reúne mais de 30 associações e sindicados de segurança pública do país. De acordo com a organização do evento, comboios de todas as regiões do país compareceram ao protesto. A UPB afirmou, em nota divulgada à imprensa, que o objetivo era pedir a retirada de um dos trechos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, o que retira a classificação de “atividade de risco” das categorias. A mudança, de acordo com a entidade, elevaria o tempo mínimo de contribuição dos profissionais, “que, comprovadamente, têm uma expectativa de vida inferior ao restante do funcionalismo público”.

Política: Presidenciáveis fora da lista de Fachin ensaiam discurso ético

Os três presidenciáveis que ficaram de fora da lista de Fachin já ensaiam um discurso ético para as eleições de 2018. Ciro Gomes (PDT-CE), Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Marina Silva (Rede-AC) avaliam que a lista de pessoas citadas não surpreende e criticam os investigados pela Lava Jato. A informação é da edição deste domingo do jornal O Estado de S.Paulo. A ex-ministra do Meio Ambiente no governo Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou para atacar a gestão Michel Temer, o Congresso Nacional e o PT, para o qual, segundo ela, “o poder de partido falou mais alto do que o poder de nação”. Marina ressaltou que “não é o momento para discutir nomes de quem está ou não na lista, mas, sim, de pensar como o Brasil vai fazer essa travessia para uma sociedade melhor, de como mudar um Congresso que está lá graças ao caixa 2 e à corrupção”. A ex-ministra disse ainda que “a eleição de 2014 foi uma fraude por causa do abuso de poder econômico”.

Questionada sobre como fazer uma campanha sem se relacionar com a corrupção, ela afirmou que as campanhas podem ser diferenciadas e não precisam ser do jeito que estão. “Esse modelo de política não funciona. O poder concentra o poder nele mesmo”, disse. Já Bolsonaro afirmou que esperava os nomes que estão na lista. Disse que, “quando o Poder Executivo vai ao Congresso, é para comprar voto”. Quanto às eleições de 2018, o deputado afirmou que, “se o povo reeleger o atual Congresso, ele merece o poder que tem”. O deputado afirmou que, se eleito, não vai lotear o governo em troca de governabilidade. Perguntado se isso não traria caos ao Planalto, Bolsonaro disse que “caos é o atual governo”. Risco.

Ex-ministro de Itamar Franco e também de Lula, Ciro Gomes atacou a generalização que a divulgação dos investigados no STF causa na sociedade. “A pena política não pode ser a mesma de alguém que recebeu R$ 50 mil com recibo e de outro que vendeu uma medida provisória”, afirmou. Segundo ele, “o pior dos mundos é incitar a opinião pública, o que coloca em risco a democracia”. O pré-candidato do PDT ainda criticou os outros dois que estão fora da lista de Fachin. “Olha o moralismo da Marina, do Bolsonaro!” Quando questionado quem seria seu maior adversário em uma corrida presidencial, o cearense respondeu: “Se o debate for inteligente sobre qual a solução do Brasil, eu reino!”.

‘Mineirinho’ das planilhas da Odebrecht, Aécio recebia mesada de até R$ 2 milhões

Campeão de inquéritos na lista do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que vai responder a cinco inquéritos no âmbito da Operação Lava Jato, recebia mesadas que variavam e R$ 1 milhão a R$ 2 milhões de reais, segundo os delatores Marcelo Odebrecht e Henrique Valladares. De acordo com a revista Veja, a propina recebida pelo Mineirinho, como o tucano era tratado nas planilhas de propina da Odebrecht, foi em troca de apoio a interesses da empreiteira, principalmente nos projetos das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau.

Brasil: Fisioterapeuta é abusada sexualmente e morta a facadas por vizinho

O suspeito do crime já está preso I Foto: Reprodução/Facebook

Uma mulher foi abusada sexualmente e, em seguida, morta a facadas na manhã de quinta-feira (5), em Recife. A vítima é a fisioterapeuta Tássia Mirella Sena de Araújo, de 28 anos. Seu vizinho, o comerciante Edvan Luiz da Silva, 32, foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, que é quando a vítima não pode se defender, e também por feminicídio. Os dois viviam em um flat no bairro da Boa Viagem, na Zona Sul de Recife. À frente do caso, o delegado Francisco Océlio explicou em detalhes como o crime deve ter acontecido e o que levou à prisão em flagrante do comerciante. O perito criminal que apura o caso, Diego Costa, ainda acrescentou que Edvan tentou apagar as manchas de sangue do apartamento com uma camisa que depois foi encontrada em outro prédio. Foram coletadas 17 amostras de DNA através dos vestígios de sangue deixados no balcão da cozinha, na sala do apartamento, nas proximidades do guarda-roupa e outros locais. O depoimento do perito também aponta de Mirella lutou muito antes de vir a óbito.

Policiais não podem fazer greve, decide Supremo Tribunal Federal

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (5) que policial civil não tem direito de greve. Por maioria de votos, em julgamento recurso do Sindicato dos Policiais Civis de Goiás, os ministros rejeitaram a possibilidade de os agentes cruzarem os braços. A maioria da Corte suprema decretou que é vedado aos policiais civis o exercício do direito de greve – como também a todos os servidores públicos que atuem diretamente na atividade-fim da segurança pública. Foram vencidos os ministros Edson Luiz Fachin, Rosa Weber e Marco Aurélio Mello, votos divergentes da maioria. O placar ficou em 7 a 3. O ministro Alexandre de Moraes considerou que é obrigatória a participação do poder público em mediação instaurada pelos órgãos classistas das carreiras da segurança pública.

Mesmo com operação da PF, exportação de carne cresce 4,4% em março

Apesar da Operação Carne Fraca, ação da Polícia Federal que resultou no fechamento de frigoríficos e na suspensão das exportações da carne brasileira para alguns países, as vendas de carnes bovina, suína e de frango para o exterior cresceram em março. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira (3) pelo Ministério do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços, houve alta de 4,4% nas vendas ante março de 2016 segundo o critério da média diária, que leva em conta o valor negociado por dia útil. O valor total exportado subiu 9% no mesmo período. Separadamente, as exportações da carne bovina foram as únicas a registrar queda no mês. Houve recuo de 6,1% em relação a março de 2016, segundo o critério da média diária.Também houve queda de 1,7% na vendas de carne bovina levando-se em conta o valor total exportado em todo o mês¨de março, que ficou em US$ 404 milhões ante US$ 411 milhões em março do ano passado. Já as vendas de carne suína e de frango cresceram levando-se em conta tanto a média diária (alta de 43,2% para a suína e 7% para a carne de frango) quanto o valor total exportado no mês de março, comparando-se com o mesmo mês do ano passado (alta de 39,4% nas vendas de carne suína e de 11,74% nas de frango). Com informações da Agência Brasil.

Cidade de Lajedinho volta a registrar prejuízos causados pela chuva

Foto: Itaberaba Notícias/Reprodução

Após quase quatro anos de ser devastada por fortes chuvas que inundaram o Rio Saracura, a cidade de Lajedinho volta a registrar transtornos. Na madrugada deste sábado (1º), a chuva que caiu na sede do município deixou pelo menos 90 famílias desabrigadas. Em entrevista ao portal G1 Bahia, o coordenador da Defesa Civil do município, Edmundo Carvalho, disse que a tromba de água que caiu na cidade foi igual a de 2013. “É a sétima vez que isso acontece. As duas vezes mais graves foram em 2013 e agora”, disse. Em 2013, 17 pessoas morreram e 600 ficaram desabrigadas. Dessa vez, além das famílias, estabelecimentos comerciais também foram prejudicados. Em um mercadinho, produtos foram levados pela chuva e ficaram espalhados na rua. Em alguns pontos, a água teria alcançado um metro e meio de altura. A previsão é de tempo fechado e possibilidade de chuva na cidade na noite deste sábado e neste domingo (2).

Ex-prefeito usa cilindro de oxigênio como barril de chope e paciente morre; MP denuncia

Foto: Reprodução

O ex-prefeito do município de Luiziana, centro-oeste do Paraná é acusado de utilizar o único cilindro de oxigênio móvel do posto de saúde da cidade em um barril de chope durante uma festa. Segundo o blog Varela Noticias, o caso aconteceu entre 2012 e 2013 e o Ministério Público do Paraná (MP-PR) abriu denúncia criminal contra José Claudio Pol. Segundo a denúncia, na época do ocorrido os familiares do ex-prefeito publicaram uma foto com o cilindro e, no mesmo período, foi identificado a falta do equipamento o que culminou na morte de uma paciente.

No RS, mãe mata filha de 4 anos com facada no coração

Um crime bárbaro chocou a cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. Uma menina de quatro anos foi morta pela mãe com uma facada no coração, no domingo (26). De acordo com o delegado Valeriano Garcia Neto, da Delegacia de Homicídios de Canoas, o pai havia saído de casa pela manhã e, quando retornou, encontrou a filha morta com uma faca no peito. A mãe, identificada como Neila dos Santos Fagundes, de 30 anos, foi detida em flagrante e, segundo a polícia, não teria mostrado arrependimento. Segundo o Uol, a mãe ambém foi conduzida à instituição de saúde, onde permaneceu sob cuidados médicos e escolta de policiais militares até a noite deste domingo. Os motivos do crime ainda não foram esclarecidos.

Centrais Sindicais marcam greve geral para o dia 31 contra terceirização

Em protesto contra a aprovação do Projeto de Lei (PL) 4.302/1998, de autoria do Executivo, que libera a terceirização para todas as atividades das empresas, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Geral dos trabalhadores (UGT) e outras convocam a classe trabalhadora para uma “Greve Geral” no próximo mês de abril. No dia 31 de março, será realizado o Dia Nacional de Mobilização. Em nota oficial, a CUT afirma que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), pressionado pelas centrais sindicais, havia se comprometido em 13 de março passado a suspender a votação do PL 4302 por pelo menos 30 dias, para que o debate sobre a terceirização pudesse ser feito em toda a sua dimensão. “Num verdadeiro “passa moleque”, o presidente da Câmara não honra o compromisso assumido com as centrais e submete a voto um PL que é, na prática, uma mini-reforma trabalhista regressiva que permite a terceirização de todos os trabalhadores e todas as trabalhadoras, atacando todos os seus direitos como férias, 13º Salário, jornada de trabalho, garantias de convenções e acordos coletivos”, protesta a CUT, maior central do Brasil. Mesmo sob forte protesto da oposição, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem (22) o projeto por 231 votos a favor, 188 contra e 8 abstenções. A base aliada do Governo Michel Temer conseguiu ressuscitar o texto, proposto há 19 anos pelo Governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e já aprovado no Senado. A nova lei deve seguir para sanção do presidente Temer.