Aécio Neves questiona “confiança” de Dilma Rousseff sobre João Vaccari Neto

13469929443_6becf29199_k-1024x682

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, disse que a prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, é uma “cena inédita”, e associou o fato à presidente Dilma Rousseff. “O que eu refaço hoje é a mesma pergunta que fiz à presidente Dilma durante os debates eleitorais. A pergunta é a mesma. Será que a resposta também continua sendo a mesma? A presidente continua confiando no tesoureiro do seu partido?”.

Para o senador, o episódio é o “mais triste retrato de um partido político que abdicou de um projeto de País para se manter a qualquer custo no poder”. Questionado sobre um possível pedido de impedimento da presidente após a prisão do tesoureiro, o tucano foi cauteloso. “Nós estamos avaliando com juristas se existe a caracterização de crime de responsabilidade. O impeachment não é algo que esteja prioritariamente na agenda do PSDB, mas não pode ser visto como um golpe, é algo previsto na nossa Constituição”, concluiu.

COMPARTILHE