Política: Aécio nega relação com propinas em Furnas: ‘PT tenta criar falsas acusações’
Foto: Lula Marques/ Agência PT

Foto: Lula Marques/ Agência PT

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) negou, nesta terça-feira (15), qualquer relação com o esquema de propinas envolvendo Furnas, conforme cita delação premiada do companheiro de Senado, Delcídio Amaral (Sem partido-MS). “Delcídio repete o que vem sendo amplamente disseminado há anos pelo PT que tenta criar falsas acusações envolvendo nomes da oposição. É curioso observar a contradição na fala do delator já que ao mesmo tempo em que ele diz que a lista de Furnas é falsa, ele afirma que houve recursos destinados a políticos”, afirmou o presidente nacional do PSDB, por meio de nota, publicado em seu perfil no Facebook. Aécio rebateu ainda negociações para enterrar a CPMI dos Correios sem a convocação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do filho dele, Fábio Luiz, que, segundo Delcídio, teria tido aval de lideranças da oposição. “É fácil demonstrar que o PSDB não atuou na CPMI dos Correios com o objetivo de proteger ninguém. Pelo contrário, pode ser comprovado o posicionamento do PSDB na CPMI em favor do aprofundamento das investigações de todas as denúncias feitas durante os trabalhos da Comissão, incluindo aquelas relacionadas a nomes de integrantes do partido”, defendeu o tucano. (Bahia Noticias).

COMPARTILHE