Morre o alemão que morava em apartamento que explodiu

alemao-explosao-ap

O alemão Markus Muller morreu na madrugada desta quinta-feira (28), no Hospital Pedro II, em Santa Cruz, de acordo com o G1. Ele morava no apartamento que explodiu em São Conrado, na última segunda-feira (18). Markus teve mais da metade do corpo queimado e estava internado no Centro de Tratamento de Queimados da unidade. Os médicos tentaram reanimá-lo, mas não tiveram sucesso.

O diretor do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, Sérgio William, informou, na quarta (27), que a causa da explosão foi um acidente em uma instalação de gás da cozinha. “Se comprova pelo aspecto da fita que não houve uma fixação até o final. Isso foi impedido tecnicamente pelo alongamento que existe entre a instalação e a parede para poder o rabicho ficar perfeitamente fixado e atarrachado”, afirmou William.

20150528082456578264e

“O que a gente conseguiu verificar, porque o setor de criminalística esteve no local, que em outras paredes e nesta que não existia mais, tinha azulejo sobre azulejo. Nesta confecção você consegue diminuir o espaçamento para atarrachar. A peça engana, porque ela cobre a conexão entre a parede e o rabicho”, relatou o diretor do ICCE, ainda de acordo com o G1.

William afirmou também que a peça é nova. “Pelo aspecto [do rabicho] e pelo selo é uma peça nova”, contou o diretor. A investigação do acidente está sendo realizada para 15º DP (Gávea).

COMPARTILHE