Presidente interina da Bolívia diz que anunciará eleições ’em breve’

A presidente interina autoproclamada da Bolívia, Jeanine Áñez, disse neste domingo (17) que vai anunciar “muito em breve” a convocação de novas eleições “transparentes”. A declaração é uma tentativa de conter a onda de protestos que levou o ex-presidente Evo Morales à renúncia e já deixou 23 mortos. Áñez fez este anúncio, após se reunir com um delegado da União Europeia, León de la Torre, que também se disse otimista sobre os “avanços na mesa de diálogo” entre o governo interino e setores leais a Morales. De la Torre afirmou que a administração boliviana está consciente da necessidade de convocar rapidamente eleições.

De acordo com o jornal “La Razon”, porém, não há sinais de que o legislativo está organizando uma sessão para discutir novas eleições. Os presidentes do Senado, Eva Copa, e da Câmara dos Deputados, Sergio Choque, ambos do Movimento ao Socialismo (MAS), partido de Morales, convocaram a uma sessão para terça-feira (19), mas o senador Óscar Ortiz descartou a participação dos parlamentares da oposição. O governo provisório aprovou na quinta-feira (14) o polêmico decreto 4078, que exime de responsabilidades penais as Forças Armadas na sua atuação pela manutenção da ordem pública. A CIDH considerou “grave” a aprovação do projeto. (Informações: G1)

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE