“Uma vitória para Itabuna”, diz secretário sobre projeto de licitação aprovado na Câmara

Presidente-da-FICC-Roberto-José-e-o-Editor-Chefe-da-Editora-Mondrongo-Gustavo-Felicíssimo-saudaram-os-convidados-Foto-Thiago-Pereira

Depois de ter passado por duas semanas conturbadas em relação à análise e votação do projeto que autoriza o Executivo Municipal a prosseguir com o processo de licitação para escolha das novas concessionárias de transporte coletivo, o secretário de Transporte e Trânsito de Itabuna, Roberto José da Silva, comemorou o resultado.

Para ele, a aprovação do projeto pela Câmara de Vereadores é uma vitória para Itabuna. “Tivemos o cuidado de esboçar um projeto que, antes de qualquer coisa, vai privilegiar a qualidade do serviço como um todo, desde o momento em que o usuário chega ao ponto de ônibus até o momento em que chega ao destino, passando por questões de otimização e economia de tempo, e também pela economia financeira propriamente dita.  Itabuna, hoje, através das orientações determinadas pelo prefeito Claudevane Moreira Leite, tem um interesse especial em oferecer para os seus moradores e visitantes um transporte público moderno, com qualidade e eficiência”.

Roberto José aponta que, com a aprovação do projeto para que a prefeitura transcorra os demais trâmites, já se pode pensar, numa cidade servida com empresas de ônibus que estarão ajustadas às questões de informações que ele classifica como “hot time”, ou seja, “em tempo quente, na rapidez com que se acessam informações em plataformas móveis, como o smartphone, através da Internet. “Estaremos disponibilizando aplicativos específicos que monitorarão o trajeto de cada veículo, com isso, o usuário terá informações precisas sobre em qual rua da cidade o ônibus que ele aguarda está, utilizando-se, além da Internet, a tecnologia de mapeamento global por satélite (GPS)”.

O secretário de Transporte e Trânsito contou ainda que, a partir da licitação, 100% dos ônibus de Itabuna estarão adaptados para garantir a acessibilidade de pessoas com necessidades especiais. Ele aponta ainda que a cidade contará com veículos equipados com ar condicionado. Para além disso, Roberto José indica que, “embora não seja uma exigência, mas as empresas já se ajustam às necessidades do cliente, é possível que tenhamos também veículos com a capacidade de oferecer para os usuários conectividade com a Internet via redes sem fio (wi fi), além do que as empresas que vierem a operar o sistema em Itabuna estarão automaticamente obrigadas a construírem o terminal de transbordo no centro da cidade. Com isso, o cidadão quer se deslocar de um bairro para outro bairro irá fazê-lo com economia de tempo, pois necessitará apenas pegar um ônibus para o Centro (para a Central de Transbordo) e, de lá, para o bairro para onde quer se dirigir, isso tudo pagando somente uma passagem”, explicou o secretário.(RadarNoticias)

COMPARTILHE