Política







Ministros do TSE apontam que Lula deve ficar inelegível em 2018

Foto: Nelson Almeida/AFP

Ministros e ex-ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontaram que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) deve manter a condenação do juiz Sergio Moro ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e tornar o petista inelegível em 2018. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo, que ouviu integrantes e ex-membros da corte eleitoral. Segundo a publicação, a divergência ocorre tão somente quanto ao momento em que a Justiça determinará a impugnação da candidatura. Uma corrente diz que o petista está livre para concorrer enquanto houver qualquer recurso pendente de análise no próprio TRF, enquanto a outra admite essa possibilidade apenas se a condenação na Corte não ocorrer por unanimidade. Para este caso, a defesa de Lula teria que apresentar os chamados embargos infringentes. Com isso, Lula iria continuar na disputa até o julgamento deste recurso. O julgamento do ex-presidente está marcado para o dia 24 de janeiro. O período de inscrição dos candidatos à presidência vai do dia 20 de julho ao dia 5 de agosto.  Na sexta-feira (15), o ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE até fevereiro, afirmou que as instâncias superiores em Brasília devem julgar recursos sobre a candidatura do ex-presidente antes das eleições do ano que vem. Na avaliação do jurista, essa é uma obrigação para evitar que a tensão do ambiente político se agrave. “Todos os tribunais terão a responsabilidade de não permitir que um quadro de conflituosidade se torne ainda mais grave. Já vivemos um ambiente político bastante tenso. Os tribunais em geral agem assim, priorizando os temas mais sensíveis”, disse o ministro.

COMPARTILHE

Após falar para PM matar, Bolsonaro recua e diz que é para ‘não morrer’

Foto: Reprodução

Um dia após dizer que daria “carta branca” para a PM matar (relembre aqui), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) recuou e disse, em discurso em Manacapuru, no Amazonas, que a autorização será para ele “não morrer”. “Eu não quero dar carta branca pro policial matar, eu quero dar carta branca pro policial não morrer. E, se para não morrer, tem de matar, que faça o seu serviço”, disse. Após atender a dezenas de pedidos de selfies e de posar para uma foto com seguidores diante da igreja da praça, Bolsonaro deu entrevista a uma rádio local, onde atacou ambientalistas e defendeu a desburocratização das licenças ambientais. O ex-capitão do Exército disse que uma licença para uma usina hidrelétrica pequena deveria durar “não mais do que uma semana, e não três, quatro, seis anos”.

COMPARTILHE

Preso, Garotinho anuncia que está em greve de fome

Foto: Reprodução

O ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, anunciou que está em greve de fome em uma carta que escreveu à direção do presídio Bangu 8, onde está detido desde o fim de novembro. A informação é do jornal O Globo. Ainda segundo a publicação, Garotinho afirmou na carta que está cometendo este “ato extremo” porque é vítima de uma “injustiça”. Ele diz ainda que está preso por uma retaliação às acusações que fez contra o ex-governador Sérgio Cabral.  Além da greve de fome, Garotinho afirmou também que não quer mais o direito ao banho de sol, nem receber visitas de advogados e familiares. Em 2006, depois de série de reportagens do Globo sobre irregularidades nos recursos que usava na sua pré-campanha à Presidência da República, Garotinho também fez greve de fome.

COMPARTILHE

Rui volta a atacar oposição em inauguração de hospital em Ilhéus: ‘Adversários da Bahia’

Foto: Reprodução/ O Taboleiro

O governador Rui Costa voltou a atacar a oposição em seu discurso durante a inauguração do Hospital da Costa do Cacau, em Ilhéus, nesta sexta-feira (15). “Nós precisamos ter muita clareza de quem são os adversários do povo da Bahia, das estradas que queremos construir, das escolas que queremos construir, dessa política de saúde que leva média e alta complexidade para o interior”,  alfinetou, ao dizer que, para identificar quem são os contrários, basta usar como “linha divisória” o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Rui também falou sobre a ferrovia Oeste-Leste (Fiol), cujas obras estão paralisadas por causa da crise econômica no país. Segundo ele, quando o consórcio firmado pelo governo com os chineses for colocado no mercado, as obras serão retomadas. “Tem um projeto estruturante para essa região que o presidente Lula concedeu na época de Wagner, que é a Ferrovia Oeste-Leste. Com o golpe a obra foi paralisada. Com a ferrovia, nós vamos ter o Porto Sul e criar nessa região um novo foco de emprego e renda”, prometeu. Sobre o Hospital do Cacau, Rui destacou o fato de que a unidade funciona como um hospital-escola. “Esse hospital é de ensino e ali tem os melhores equipamentos que vocês encontram nos melhores hospitais particulares do país. Eu não economizo quando é pra cuidar de gente”, enfatizou. O governador ainda prometeu inaugurar no próximo ano a Ponte do Pontal. Com informações do BN

COMPARTILHE

Bolsonaro promete dar ‘carta branca’ a PM para matar em serviço

Foto: Reprodução

O pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, prometeu nesta quinta-feira (14) dar “carta branca” para a Polícia Militar (PM) matar em serviço. A declaração foi dada durante visita do presidenciável a Manaus. “Se alguns dizem que quero carta branca pra Polícia Militar matar, eu respondo: ‘Quero, sim'”, disse, no alto de um carro de som, arrancando aplausos e gritos de “mito, mito”, segundo o jornal Folha de S. Paulo. “Policial que não atira em quem atira nele não é policial. Temos obrigação de dar uma retaguarda jurídica a esses bravos homens”, completou Bolsonaro. Ao falar da Amazônia, o deputado federal ainda prometeu mudar a política ambiental e explorar tanto o subsolo quanto o turismo na região. “É área mais rica do mundo, cobiçada por muitos países”, afirmou.

COMPARTILHE

Deputados se preocupam com possibilidade de Neto declinar de candidatura

Foto: Valter Pontes/SECOM

O suspense feito pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) sobre sua candidatura ao Palácio de Ondina em 2018, tem causado preocupação na base aliada. Conforme o site Bahia Notícias, a luz amarela acendeu depois que o governador Rui Costa (PT) diminuiu a diferença entre Neto e ele na intenção de voto, de acordo com o levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas. Os opositores querem que Neto firme candidatura e faça mais visitas pelo interior, com o intuito de barrar Rui que vem crescendo por causa das inaugurações de policlínicas e hospitais. Ainda de acordo com o BN, a possibilidade do democrata declinar da disputa causa calafrios em deputados estaduais e federais do grupo político dele, já que reduziria a força das candidaturas para Câmara e para Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Neto é considerado o único cabo eleitoral de grande porte da oposição atualmente. Sua ausência no pleito poderia gerar uma “quebra” nas bancadas oposicionistas das duas Casas, até reduzindo o número de componentes.

COMPARTILHE

Lula admite que não será candidato se for condenado, mas promete ʹbrigarʹ

Foto: Reprodução

Depois de ter o julgamento do caso do tríplex do Guarujá marcado, o ex-presidente Lula (PT) afirmou que vai brigar “até as últimas consequências” para concorrer ao cargo máximo da República em 2018. A declaração foi dada durante uma reunião com as bancadas do PT na Câmara e no Senado, em Brasília. Caso seja condenado, o petista terá que cumprir quase dez anos de prisão. “A única coisa que não quero é ser condenado [sendo] inocente. Por isso, vou brigar até as últimas consequências. A tentativa é para evitar que o PT volte ao poder. No Brasil, ainda estamos meio anestesiados”, disse.  Lula aproveitou para afirmar que não vai disputar se for condenado. “Não quero ser candidato por ser candidato, não quero ser candidato se for culpado. Seria leviandade. Quero brigar para provar minha inocência. Eles que apresentem uma única prova de culpa contra mim”, concluiu. Com informações de Gabriel Nascimento/Matro 1

COMPARTILHE

Roberto Brito reverte decisão e consegue liberação de 50 salários mínimos mensais

Os desembargadores da 3.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) deram parcial provimento, nesta terça-feira (12) ao recurso do deputado federal Roberto Pereira de Britto (PP/BA) e determinaram o desbloqueio de 50 salários mínimos mensais (R$ 46.850,00) na conta corrente na qual ele recebe seus proventos como congressista. Brito ajuizou recurso no tribunal pedindo a suspensão da ordem de indisponibilidade de bens no valor de R$ 8,16 milhões expedida pela 1.ª Vara Federal de Curitiba em ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal contra ele. O valor constringiu as duas contas correntes mais os bens patrimoniais. O Ministério Público Federal pediu o bloqueio baseado no depoimento do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa (Abastecimento), segundo o qual Britto e outros 11 deputados do Partido Progressista receberiam R$ 30 mil mensais provenientes de propinas pagas supostamente pelas empreiteiras formadoras do cartel que atuava manipulando licitações da estatal. Para definir o valor total teria sido levado em conta o tempo em que Costa atuou na estatal. Segundo a defesa, a medida baseou-se apenas nos depoimentos de colaboradores, sem qualquer prova ou indício de prova. A suspensão foi negada em primeira instância e o advogado recorreu ao tribunal. A defesa alegava que a continuidade do bloqueio implicaria a impossibilidade de percepção por Roberto Britto dos subsídios referentes ao cargo de deputado federal e das verbas indenizatórias de gabinete para custeio das despesas. A defesa sustentou ainda que a indisponibilidade de bens adquiridos licitamente, por meio de sua atividade como médico e político, não teria amparo legal. Segundo o relator do processo, desembargador federal Rogerio Favreto, “há fortes indícios de envolvimento dos acusados no sofisticado e amplo esquema de repasse de propinas realizado no âmbito da Petrobras, justificando o decreto de indisponibilidade dos bens, a fim de assegurar a reparação dos danos imputados e o pagamento da multa cominada”. Favreto ponderou que o parlamentar recebe seus proventos em uma das contas bloqueadas e decidiu determinar o desbloqueio no limite de 50 salários mínimos mensais, com base no artigo 833 do Código de Processo Civil, que diz serem impenhoráveis os subsídios destinados ao sustento do réu e de sua família. Com informações do Estadão Conteúdo

COMPARTILHE

Tiririca usou cota parlamentar para viajar a locais onde faria show de humor

Foto: Reprodução

O deputado federal Tiririca (PR-SP) usou recursos da cota parlamentar para comprar passagens aéreas para ele e seus assessores com destino a locais onde ele apresentaria seu show de humor. No último dia 6, o deputado disse em discurso na tribuna da Câmara que deixará a política “triste para caramba” e “com vergonha” por causa do que acontece no Congresso. De acordo com O Globo, o dinheiro da cota parlamentar, usado por Tiririca, é destinado ao custeio de gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade de deputado. Em 11 de agosto deste ano, Tiririca pagou R$ 2.746,52 com destino ao Aeroporto Regional do Vale do Aço, em Ipatinga (MG). No mesmo dia, ele se apresentaria me Teófilo Otoni (MG), próxima à cidade ondee ele desembarcou. Já no dia seguinte, 12, o show seria no próprio município de Ipatinga. O dinheiro da cota também foi usado para comprar passagens dos assessores. Em 6 de abril, Loianne Lacerda foi para Ilhéus, na Bahia, para onde o deputado também viajou. As passagens custaram R$ 2.205,58. Tiririca se apresentou no município dois dias depois (8 de abril). No dia seguinte à viagem, 7, ele fez show em Jequié; no dia 9, em Itabuna (ambas baianas). Segundo levantamento de O Globo, no dia 3 de maio foi emitida uma passagem no valor de R$ 2.045,38 em nome de Loianne com destino ao Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Tersina (PI). Tiririca se apresentou em Piripiri (PI), Picos (PI) e Teresina (PI) nos dias 5, 6 e 7, respectivamente. Já em 9 de maio, foi emitido um bilhete aéro em nome de Loianne com destino ao Aeroporto de Aracuju (SE). A passagem custou R$ 2.027,69. Na mesma data, Tiririca teve um bilhete emitido pra si, com o mesmo destino, por R$ 1.785,69. No dia 14 ele se apresentou na capital sergipana. Outro assessor de Tiririca, João Júnior, teve bilhete aéreo emitido no dia 6 de outubro, com saída no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para Brasília. Naquele dia, o deputado tinha apresentação prevista para as 21h na capital fluminense. A passagem custou R$ 934,90. A assessoria do deputado ainda não se manifestou.

COMPARTILHE

Lúcio: ‘Se denunciaram Aloysio por R$ 500 mil, eu tô f*’, diz coluna

Irmão do ex-ministro Geddel, que segue preso na Papuda após um “bunker” atribuído a ele ser encontrado com R$ 51 milhões ser encontrado em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) estaria preocupado com a possibilidade de virar réu na Operação Lava Lato. De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, o peemedebista teria admitido, em uma conversa recente, logo após a Procuradoria-Geral da República denunciar o ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes (PSDB) por suspeita de receber R$ 500 mil da Odebrecht, que a sua situação é complicada. “Se denunciaram o Aloysio por causa quinhentos mil, então eu tô f*****”, teria declarado Lúcio. A publicação não informa a quem, quando ou em quais circunstâncias o peemedebista baiano fez a declaração.

COMPARTILHE

Huck confidencia que não desistiu da presidência, diz Veja

O apresentador da rede Globo, Luciano Huck, não desistiu de disputar à presidência. Segundo o colunista Maurício Lima, da Veja, Huck confidenciou a um tucano, que se nenhum  candidato fizer frente a Lula e Bolsonaro até abril, ele irá concorrer a eleição. No final de novembro, o apresentador negou que iria se candidatar a presidente. Em artigo publicado na Folha de S. Paulo, Huck disse que não era candidato. “Com a mesma certeza de que neste momento não vou pleitear espaço nesta eleição para a Presidência da República, quero registrar que vou continuar, modesta e firmemente, tentando contribuir de maneira ativa para melhorar o país”… Contem comigo. Mas não como candidato a presidente.”

COMPARTILHE

Geddel tem R$ 12 milhões em empreendimentos bloqueados por Fachin

Foto: Ubaitaba Urgente

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo. Por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Edson Fachin, cerca de R$ 12,8 milhões em cotas de empreendimentos imobiliários da família do ex-ministro Geddel Vieira Lima, foram bloqueados. Geddel, seu irmão, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), e a mãe deles, Marluce, foram denunciados pela PGR (Procuradoria-Geral da República) sob acusação de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A PGR pede para que eles sejam condenados a pagar R$ 51 milhões como indenização por danos morais, além de perder esse mesmo valor, apreendido em um “bunker” em Salvador, e de outros bens ligados aos supostos crimes de que são acusados.  A defesa dos Vieira Lima ainda não se manifestou sobre a decisão do ministro.

COMPARTILHE

Davidson Magalhães ataca “MP do Trilhão” e diz que medida recoloniza o Brasil

Foto: Divulgação

O deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB-BA) combateu incisivamente, durante esta semana, a Medida Provisória (MP) 795, também conhecida como “MP do Trilhão” ou “MP da Shell”. O projeto foi aprovado, na última quarta-feira, 6, e concede incentivos fiscais para petrolíferas estrangeiras, gerando renúncia fiscal por parte da União, no montante de R$ 1 trilhão até 2040.  De acordo com Davidson, a isenção de multas das petrolíferas é um absurdo e não deveria ser anulada a garantia de recebimento de débitos, com o selamento das dívidas dessas grandes corporações. “Dizem que o Brasil está em crise financeira e por isso querem [os governistas] a Reforma da Previdência. Isentam multinacionais e penalizam trabalhadores brasileiros”, enfatizou. O deputado federal destacou que a área de petróleo e gás é estratégica para o desenvolvimento nacional, e outras nações não entregam o setor para estrangeiros. “Os Estados Unidos não deixaram uma petroleira chinesa comprar uma empresa norte-americana.  A Alemanha se recusa a abrir o setor de energia para chineses. Aqui agora, virou o paraíso neocolonial”, avaliou. Para o parlamentar a medida recoloniza o Brasil e traz de volta uma situação semelhante, ocorrida há 210 anos, quando, fragilizado, Dom João abriu os portos brasileiros para exploração estrangeira. “Agora esse governo ilegítimo de Temer, por meio de uma política neocolonial, torna o país, exportador de produtos primários”.

COMPARTILHE

Lúcio Vieira Lima poderá utilizar tornozeleira eletrônica

Foto: Reprodução

Caso o STF (Supremo Tribunal Federal) autorize o deputado Lúcio Vieira Lima poderá usar tornozeleira eletrônica na Câmara dos Deputados. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requereu o monitoramento. Lúcio, Geddel e a mãe Marluce foram denunciados pela PGR (Procuradoria Geral da República) acusados de ligação ao bunker dos R$ 51 milhões em Salvador.

COMPARTILHE

Em seu primeiro discurso na tribuna da Câmara, Tiririca renuncia cargo de deputado

O deputado federal Tiririca I Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado Tiririca, após sete anos como deputado federal, finalmente usou as tribunas da Câmara para realizar o seu primeiro discurso nesta quarta-feira (06).  Além de primeiro, este acabou sendo o último discurso do político, já que nele, o deputado afirmou que se decepcionou com a vida de parlamentar e decidiu renunciar ao cargo. “Subo pela primeira vez e a última (à tribuna). Estou saindo triste para caramba, estou muito chateado mesmo com o Parlamento. Não fiz muita coisa, mas pelo menos fiz o que fui pago para fazer. O que vi nestes sete anos saio com vergonha. Mas gostaria que vocês – só um pedido de gente, de povo – olhassem mais para o povo. Nem todos os 513 trabalham. É vergonhoso: ando de cabeça erguida porque tenho coragem, mas muitos de vocês andam disfarçados. Já vi deputados envergonhados. A gente é bem pago, R$ 23 mi limpos, tem apartamento, mordomia. Não fiz nada, mas o pouco que eu fiz, fiz de cabeça erguida. É vergonhoso, é uma vergonha.”, disse Tiririca em seu primeiro e último discurso nas tribunas. Lembrando que ele foi eleito como deputado pela primeira vez em 2010 sendo o mais votado entre todos os deputados do Brasil. Em 2014 ele voltou a ser eleito e foi novamente muito bem votado.

COMPARTILHE

Mãe de Geddel fica em silêncio durante depoimento à Polícia Federal

Foto: Reprodução

A mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima ficou em silêncio durante seu depoimento à Polícia Federal na Bahia durante a última sexta-feira (1º). De acordo com informações da Folha de S. Paulo, Marluce Vieira Lima disse durante audiência na superintendência regional da PF em Salvador que não responderia a perguntas seguindo orientação de seus advogados. O termo do depoimento relata que a defesa de Marluce questionou o fato do inquérito policial ter sido encerrado antes do depoimento dela. O inquérito da Polícia Federal sobre o bunker de R$ 51 milhões encontrado em um apartamento de Salvador apontou que existem indícios de lavagem de dinheiro e associação criminosa cometidos por Marluce e seus filhos, Geddel e Lúcio Vieira Lima. Nesta semana, eles foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) com base neste inquérito.

COMPARTILHE

ACM Neto recebe prêmio de Brasileiro do Ano pela revista Istoé em São Paulo

Foto: Divulgação

O prefeito ACM Neto recebeu na noite desta terça-feira (5) o prêmio de Brasileiro do Ano 2017, na categoria Política, em evento realizado na cidade de São Paulo. No total, foram 16 personalidades foram premiadas pela revista Istoé, entre personalidades que se destacaram nas mais diversas áreas, a exemplo também de Comunicação, Economia, Cultura, Televisão e Empreendedorismo. Para ACM Neto, o prêmio aumenta sua responsabilidade à frente da gestão de Salvador. “Sinto alegria de estar recebendo este prêmio, sobretudo em um momento de dificuldade da classe política. Quero dividir essa conquista principalmente com os soteropolitanos que, desde 2013, acreditam em nosso trabalho, numa gestão que mudou e está mudando Salvador”, comentou o prefeito antes de receber a premiação. Entre os outros premiados da noite estão o juiz federal Sérgio Moro, o apresentador Luciano Huck, e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

COMPARTILHE

Davidson acompanha agenda de Manuela D’Ávila na Bahia

Foto: Reprodução

O deputado federal Davidson Magalhães acompanha, durante esta segunda-feira, 4, a agenda, em Salvador, da pré-candidata à presidência da república pelo PCdoB, Manuela D’Ávila. A deputada estadual gaúcha desembarcou ontem à noite no aeroporto da capital baiana, onde foi recebida pelos deputados federais da legenda na Bahia, simpatizantes da candidatura e militantes do partido.  Hoje pela manhã, Manuela concedeu entrevista a Mário Kertész, na rádio Metrópole FM.  Na oportunidade, explanou sobre o projeto de desenvolvimento proposto por sua campanha para o desenvolvimento do país. Além de Davidson e os demais parlamentares federais baianos, a pré-candidata esteve na companhia de Haroldo Lima e da vereadora Aladilce Souza. Na agenda de D’Ávila, ainda consta um encontro com o governador do Estado, Rui Costa, às 12h, no prédio da governadoria, localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB). À tarde, a pré-candidata faz uma palestra sobre a conjuntura política atual e suas propostas de superação da crise política e econômica. O ‘Encontro com Manu’, como foi batizada a atividade, ocorre no Sheraton Hotel da Bahia, no Campo Grande, a partir das 17h, e é aberto ao público. Sobre Manuela – É jornalista e deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, já tendo cumprido dois mandatos como deputada federal, quando foi líder do PCdoB na Câmara dos Deputados. Foi indicada três vezes pelo Diap como uma das 100 “Cabeças” do Congresso e cinco vezes ao Prêmio Congresso em Foco, que premia os melhores parlamentares do Brasil. Em 2014 foi eleita deputada estadual e atualmente está à frente da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Em 1999, filiou-se à União da Juventude Socialista (UJS). Também foi vice-presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE). Em 2004, com 23 anos, foi eleita a mais jovem vereadora de Porto Alegre. No PCdoB, ingressou em 2001 e, em 2013, foi eleita presidenta estadual do partido. Na Câmara Federal, Manuela foi autora da Lei do Estágio e relatora do Vale-Cultura e do Estatuto da Juventude, presidiu a Comissão de Direitos Humanos e foi coordenadora da bancada gaúcha.

COMPARTILHE

Geddel e Lúcio são denunciados por lavagem de dinheiro e associação criminosa

Foto: Reprodução

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou denúncia nesta segunda-feira (4) contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima e contra o deputado Lúcio Vieira Lima pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. A investigação é relacionada ao “bunker” de R$ 51 milhões encontrados em um apartamento de Salvador. Também foram denunciados a mãe de Geddel e Lúcio, Marluce Vieira Lima; o ex-assessor Job Ribeiro Brandão, que trabalhava no gabinete de Lúcio na Câmara; o ex-diretor da Defesa Civil de Salvador, Gustavo Ferraz; e sócio da empresa Cosbat, Luiz Fernando Costa Filho. O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) é quem deve decidir se eles viram réus ou não.

COMPARTILHE

Cerca de 60% da população rejeita Wagner para a presidência em 2018

Foto: Reprodução

O ex-governador Jaques Wagner (PT), tem 63% de rejeição por parte da população, em uma possível candidatura a presidência, em 2018. Os dados são da DataFolha. Outro possível substituto de Lula, Fernando Haddad tem 61% de rejeição. Segundo o site O Antagonista, os dois, no entanto, podem ir para o segundo turno. Já que 14% dos eleitores votariam em Fernando Haddad, e outros 21% talvez o fizessem. Jaques Wagner registra 13% de apoio e 19% de “talvez”.

COMPARTILHE

Lula tem 34% e Bolsonaro 17% das intenções de voto para presidente, diz Datafolha

Foto: Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) despontam como favoritos a disputar o segundo turno da eleição para presidente em 2018. De acordo com pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (2), Lula possui 34% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro registra 17%. Os outros nomes listados não chegam aos dois dígitos. Marina Silva (Rede) registra 9% das intenções de voto. Já Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) chegaram a 6%. O Datafolha entrevistou 2.765 eleitores entre os dias 29 e 30 de novembro em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O resultado coincide com o que já foi apresentado por uma pesquisa do Ibope divulgada no final de outubro, na qual Lula e Bolsonaro também aparecem à frente neste início de corrida pelo Palácio do Planalto (veja mais). O Datafolha também questionou a intenção de voto sem apresentar os nomes dos candidatos. Nesse caso, Lula surge com 17% das citações e Bolsonaro, com 11%. Os demais não passaram de 1%.

COMPARTILHE

Mesmo preso e com as mãos nos R$ 51 milhões, Geddel é responsável por nomeações

Foto: Reprodução

Em meio à briga por cargos, tem gente na base do governo que vê digitais de Geddel Vieira Lima espalhadas além das notas dos R$ 51 milhões escondidos no bunker, em Salvador. De acordo com O Globo, é atribuído a Geddel a nomeação de Júlio César de Araujo Nogueira para a Dataprev e ainda a manutenção de Ivani dos Santos na secretaria-executiva da Secretaria de Governo – onde fica a chave do cofre para a liberação de emendas e distribuição de cargos no Executivo.

COMPARTILHE

“Pesquisa demonstra que a Bahia quer o modelo de Salvador para todo estado”, diz deputado Sandro Regis

Foto: Reprodução/Varela Notícias

Nesta quinta-feira (30) foi divulgada uma pesquisa pelo Instituto Paraná Pesquisas, informando a vantagem do prefeito ACM Neto com 49% das intenções de voto contra 33,7% de Rui Costa, atual governador do estado. Perante os dados, o deputado Sandro Regis, que estava nesta tarde na Assembléia Legislativa do Estado da Bahia, informou ao VNque possui confiança em Neto e afirma que os baianos desejam a gestão do prefeito para Bahia. “O prefeito ACM Neto que não se pronunciou oficialmente que será pré-candidato ao governo do Estado tem focado sua gestão em Salvador e é por isso que cada dia consegue superar o que tem feito e demonstra claramente que a Bahia quer o modelo de Salvador como gestão para nosso estado.” Regis ainda apontou que não tem dúvidas que a vantagem de Neto vai aumentar após anúncio de sua possível candidatura. “A metade da Bahia já decidiu por sentimento ter Neto como governador. Não tenho dúvida que quando Neto entrar em campo, quando o prefeito ACM Neto realmente decidir e anunciar sua pré-candidatura, acredito que esse 50% , passará para 70% ou 80% muito rápido”.

COMPARTILHE

TCM multa prefeita de Porto Seguro e fará auditoria sobre transporte escolar

Foto: Reprodução/PMPS

O Tribunal de Contas dos Municípios, condenou nesta quinta-feira (30), a prefeita afastada de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, ao pagamento de multa no valor de R$20 mil, em razão de irregularidades na contratação da Empresa Coletivo União, ao custo de R$8.287.998,40, para prestação de serviços de transporte de alunos da rede municipal, no exercício de 2013. O relator do processo, conselheiro Paolo Marconi, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual e Federal, bem como notificação à Polícia Federal para que adotem as medidas cabíveis diante da provável prática de ato de improbidade administrativa. A pedido do Ministério Público de Contas, também será promovida auditoria nos gastos efetuados pela administração em função do contrato nº PP 006/2013 – desde a sua assinatura, em março de 2013, até o presente exercício -, para que sejam verificados os indícios de ocorrência de superfaturamento. Por conta dos termos aditivos, ocorreram sucessivas prorrogações e aditamentos ao seu valor original do contrato, sob o argumento de “reequilíbrio econômico-financeiro entre as partes contratantes”. A prefeita, sob o argumento de que a prefeitura não pode se enriquecer em detrimento do particular, já promoveu pagamentos à empresa no montante total de R$36.821.000,66, enquanto que o valor licitado e contratado foi de R$ 8.287.998,40. O termo de ocorrência, lavrado pela 26ª Inspetoria Regional do TCM, atribuiu à prefeita a prática de duas irregularidades. A primeira trata de ofensa à natureza personalíssima do contrato administrativo, já que dos 124 veículos utilizados na prestação do serviço, apenas 22 eram de propriedade da contratada. Ou seja, mais de 80% dos veículos eram utilizados mediante sublocação e pertenciam a terceiros. Além disso, embora o contrato tenha sido celebrado em março de 2013, somente em fevereiro de 2016 a empresa assinou com terceiros 102 contratos de locação de veículos para o transporte escolar de alunos do município de Porto Seguro. A segunda irregularidade refere-se ao montante dos pagamentos efetuados pelo município em favor da contratada, desde o início da contratação até o exercício de 2016, contrariando as normas previstas na lei de licitações, em vista da majoração de serviços e dos sucessivos termos aditivos ao contrato original, alcançando um valor total superior a R$36.8 milhões. Esse valor supera o percentual de 25% do valor inicial do contrato, (de cerca de R$ 8 milhões) máximo permitido para os casos de alterações quantitativas do objeto, de natureza unilateral, promovidas pela administração. Os argumentos apresentados pela defesa, pautados na necessidade de repactuação do contrato administrativo em função da manutenção do seu equilíbrio econômico-financeiro, não foram suficiente para descaracterizar a irregularidade, o que permite supor a ocorrência de superfaturamento. Cabe recurso da decisão.

COMPARTILHE

Jacques Wagner lidera pesquisa de intenção de voto para senador na Bahia

Jacques Wagner (PT) I Foto: Reprodução

Um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas sobre o cenário eleitoral para o cargo de senador na Bahia apontou que o ex-governador do Estado, Jacques Wagner, estaria à frente dos demais candidatos com 40,6% dos votos. A segunda colocada é Alice Portugal (26%), seguida por Antonio Imbassahy (19,3%), Zé Ronaldo (14,1%), João Leão (11,3%) e Márcio Marinho (8,4%). Neste cenário, a opção “Nenhum” teve 20,2% dos votos, e “Não Sabe” (4,6%). Em outro cenário, a pesquisa mostrou Jacques Wagner novamente como principal opção para 39,9% dos eleitores, seguido de Alice Portugal (26,5%), Jutahy Magalhães Jr (18,4%), Zé Ronaldo (14%), João Leão (12,1%) e Tia Eron (9,5%). Nesta situação, 19,1% dos participantes da pesquisa afirmaram não votar em nenhum destes candidatos, e outros 4,2% não sabem. O levantamento foi realizado entre os dias 16 e 21 de novembro, em 72 municípios baianos e contou com a colaboração de 1.576 eleitores. Com informações do BN

COMPARTILHE